+ Realizadores >> João Nuno Pinto

João Nuno Pinto

João Nuno Pinto

Formado em Artes Gráficas pelo Instituto Politécnico de Tomar, começou a sua carreira profissional como Director de Arte na Abrinício, uma agência de publicidade local do grupo J.W.Thompson, onde aos 25 anos se tornou Director Criativo tendo criado e desenvolvido várias campanhas publicitárias premiadas internacionalmente.

Aos 28 largou o mundo das agências e seguiu para Nova Iorque onde se formou como realizador na New York Film Academy. Entre 2002 e 2007 realizou diversos workshops ligados ao cinema, entre os quais o Judith Weston’s Acting Technics for Director’s no The International Film & Television Workshops, Maine, USA, The Robert Mckee’s Story Seminar em Pamplona, Espanha, e o Script Analysis and Rehearsal Techniques na Judith Weston Acting Studio em Los Angeles.

Começou a realizar na Tangerina Azul, uma produtora de filmes publicitários em Lisboa, onde durante os 7 anos que lá esteve realizou diversos videoclips e inúmeros spots de publicidade premiados internacionalmente em  festivais como o London International Advertising and Design Awards, o London Epica Awards, o El Ojo de Ibero America ou o New York Film Festival of Television and Cinema Advertising.

Em 2005, juntamente com dois sócios, funda a Garage Produção e Realização de Audiovisuais, com sede em Lisboa, que no foi durante vários anos considerada pela prestigiada Revista Meios & Publicidade a Melhor Produtora de Imagem em Portugal.

Em Janeiro de 2008 realiza “Skype Me”, uma curta metragem de ficção de 20”, com Gonçalo Waddington e Maria João Falcão, que aborda a temática do amor e da ausência através de uma relação que se desenvolve à distância por Skype.

Estreou em 2010 o filme “América”, a sua primeira longa metragem de ficção, uma irónica reflexão sobre o Portugal contemporâneo através do olhar da imigração ilegal, baseado no conto de Luísa Costa Gomes “A criação do mundo”.

“América” é uma co-produção entre Portugal, Espanha, Brasil e Rússia e teve o apoio do ICA bem como dos programas de apoio ao cinema Ibermedia e Fundo Luso-brasileiro.

O filme teve a sua estreia internacional no Festival do Rio e foi seleccionado por vários festivais de cinema onde ganhou alguns prémios.
Foi exibido comercialmente nos cinemas de Portugal, Espanha (Madrid, Barcelona, Gerona, Bilbao, San Sebastián, Málaga, Valladolid, Valencia) e Brasil.

Filmografia:

+ Comprar

DVDs

?
Se ainda não está registado, faça agora o seu registo.

+ Newsletter

Subscreva aqui a
Newsletter


+ Pub

+ Pesquisa


+ Siga-nos em

f f f f f