+ Filmes Produzidos >> A Uma Hora Incerta

A Uma Hora Incerta

um filme de  Carlos Saboga

Sinopse:

1942. No Portugal salazarista, dois refugiados franceses, Boris e Laura, são presos. O inspector Vargas, sentindo-se atraído pela jovem mulher, decide escondê-los em sua casa: um hotel vazio onde vive com a filha, Ilda, e a mulher, gravemente doente. Ilda descobre a presença dos refugiados e, consumida pelo ciúme, tenta fazê-los desaparecer a todo o custo...

Festivais e Prémios:

Viennale - Festival Internacional de Cinema de Viena: Selecção Oficial

Actores:

Joana Ribeiro
Paulo Pires
Judith Davis
Filipa Areosa
Pedro Lima
Ana Padrão
Joana de Verona
João Paulo Santos
Pedro Crawford
Grégoire Leprince-Ringuet

Ficha Técnica:

Argumento e Realização - Carlos Saboga
Director de Fotografia - Mário Barroso
Direcção de Arte - Zé Branco
Música - Alain Jomy
Assistente de Realização - José Maria Vaz da Silva
Montagem - Monique Dartonne
Produtor - Paulo Branco
Produção - Leopardo Filmes
com o apoio - Câmara Municipal da Mealhada, RTP e ICA

A Uma Hora IncertaA Uma Hora IncertaA Uma Hora IncertaA Uma Hora IncertaA Uma Hora IncertaA Uma Hora IncertaA Uma Hora IncertaA Uma Hora Incerta

Comentário do Realizador:

A intenção primeira, e determinante, é propor uma imagem de um período da História de Portugal, durante o qual o país, submetido a uma ditadura impiedosa, foi ao mesmo tempo, de certa forma e paradoxalmente, um oásis de paz num mundo em guerra, um refúgio para milhares de pessoas que, sem ele, teriam perdido a vida.

Praticamente toda a acção se desenrola no recinto fechado de um hotel, num huis-clos semelhante à situação do país durante a ditadura, isolado do resto do mundo e da história que aí se faz.

Um décor único, portanto, crepuscular, feito de longos corredores sombrios, portas fechadas, salas mergulhadas numa penumbra povoada pelos lívidos fantasmas dos móveis protegidos por lençóis.

As tiras de papel que, na época, quadrilhavam os vidros das janelas, para prevenir os estilhaços de hipotéticos bombardeamentos, filtrando a luz exterior, concorrem para criar uma atmosfera opressiva de aquário, reforçada pelas fotografias de água (mar, rios, lagos, cascatas) que decoram obsessivamente as paredes do hotel.

No interior, as personagens parecem derivar entre duas águas, ao sabor de desejos exacerbados pela clausura.

Uma imagem em claro-escuro de um mundo a que só os ruídos exteriores fazem chegar ecos esporádicos da vida urbana e, através do rádio e dos farrapos da banda sonora das actualidades do cinema vizinho, o estrépito abafado da guerra que continua lá fora.

Carlos Saboga

Título Original / Internacional: A Uma Hora Incerta
Ano de Produção: 2015
País: França,Portugal
Género: Longa-metragem
Data de estreia em Portugal : 15-10-2015

+ Comprar

DVDs

?
Se ainda não está registado, faça agora o seu registo.

+ Newsletter

Subscreva aqui a
Newsletter


+ Pub

+ Pesquisa


+ Siga-nos em

f f f f f